segunda-feira, 20 de abril de 2015

Demolidor: 01x03 - Rabbit in a Snowstorm


*Sinopse: Murdock e Foggy assumir um cliente rico misterioso, mas Murdock está convencido de que há mais para o caso que apenas os fatos.

*Diretor: Adam Kane

*Data de Exibição: 10 de abril de 2015

*Review: Cuidado Spoiler


Com inicio do episódio no Boliche Whitestone aparentava ser um inicio sem grandes emoções, quando um rapaz pede para jogar com boliche, porém o homem que jogava não deixou e pronto um assassinato brutal. Demolidor é uma série com sangue e porrada. Em Rabbit in a Snowstorm conhecemos o Ben Urich, um repórter que delata grandes fraudes e crimes. Mais no desenrolar do episodio Karen vai ao encontro de Urich, denunciar Union Allied.

Ben Urich

Nelson & Murdock Advogados são procurados por James Wesley, representante da Confederated Global Investments, a fim de defender um caso para a empresa. No inicio os advogados ficaram desconfiados e estavam certos de tal sentimento; o caso consiste em defender o Sr. Healy por um assassinato - que ele afirma ser Legítima defesa - no qual ele esmagou o crânio do Sr. Prohaszka com uma bola de boliche. Apesar de advogar para o "diabo" e eles aceitam não por causa do dinheiro, mas porque assim Matt poderia descobri algo a mais das pontos soltas sofre a mafia.

Karen e chamada a assinar um contrato com a Construtora Union Allied, onde trabalhava, sobre manter o silencio de tudo o que aconteceu e ganharia algumas vantagens com isso. Ela realmente tem sorte de está viva e não parece se importar com isso; não assina o acordo com a empresa. Karen foi visitar a esposa do seu amigo Daniel, Sra. Fisher, que foi assassinado em seu apartamento. A esposa dele revela que Danny havia encontrado algo errado em certos documentos da Union Allied, sinalizando caso de corrupção, e afirmou para ela que iria fazer algo a respeito. Logo, descobrimos que Daniel morreu não só porque estava com Karen mais porque poderia ter tido acesso a informações mais relevante que Page.



Primeira vez que podemos ver Foggy e Matt em ação como advogados, muito bacana Murdock utiliza suas habilidades para entender o comportamento dos jurados e acaba ajuda uma jurada que estava sendo chantageada. No fim ganham a causa. A fala de Matt para os jurados foi bem legal: 

Senhoras e senhores do júri, perdoem-me por parecer distraído. Tenho me preocupado ultimamente com questões de moralidade, de certo e errado, de bom e mau. Às vezes, a separação entre elas é uma linha nítida. Às vezes, é borrada, e com frequência parece pornografia. Você sabe quando vê. Um homem morreu. Não quero fazer pouco disso, mas essas questões, essas questões são vitais, porque nos ligam uns aos outros, à humanidade. Nem todos sentem assim. Nem todos veem a linha nítida, apenas a borrada. Um homem morreu. E meu cliente, John Healy, tirou a sua vida. Não contestamos isso.
Está registrado, é um fato, e fatos não têm julgamento moral. Afirmam o que é. Não o que pensamos nem o que sentimos. Apenas são. O que meu cliente pensava ao tirar a vida do Sr. Prohaszka, seja ele um bom homem ou algo bem diferente, é irrelevante. 
A questão do bom e mau, por mais importante que seja, não tem lugar no tribunal. Apenas os fatos importam. Meu cliente diz que foi legítima defesa. Os conhecidos do Prohaszka se recusaram a prestar depoimento. A única outra testemunha, uma jovem assustada, disse que meu cliente foi agradável e amigável, e que só viu a luta com o Sr. Prohaszka quando esta já havia iniciado. Esses são os fatos. Baseados neles, e apenas neles, a promotoria falhou em provar acima de qualquer dúvida que meu cliente não agiu em defesa própria.
E esses, senhoras e senhores do júri, são os fatos. Meu cliente, baseado puramente na santidade da lei que juramos cumprir, deve ser absolvido dessas acusações. Agora, além disso, além dessas paredes, ele pode enfrentar um julgamento que fez por merecer. Mas aqui, neste tribunal, o julgamento é de vocês e apenas de vocês.


Demolidor vai atrás do Sr. Healy para conseguir o nome do chefe dele; Fisk WilSon é o nome que o assassino diz, mas logo em seguida se mata - suicídio brutal - porque com certeza seria morto pelo senhor Fisk.  





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este é um espaço de diálogo e troca entre os visitantes do blog. Compartilhe sua opinião respeitando a opinião dos demais. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário que julgarmos inoportuno ou que não esteja de acordo com a política do blog: Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...