segunda-feira, 17 de novembro de 2014

The Fall: 02x01 - Walk the Line


*Sinopse: Stella entrevistas Annie, que não consegue lembrar nada sobre o assassino. O caso se torna público. Spector volta a Belfast. Ele confronta Katie, que acredita que ele é o assassino, mas ele nega. Stella está ansiosa para entrevistar Rose Stagg.

*Data de Exibição: 13 de Novembro de 2014


*Diretor: Allan Cubitt 


*Escritor: Allan Cubitt


*Fotos


*Promo: 





*Review: Cuidado Spoiler

Tudo indica que a 2° Temporada começa 10 dias depois do ataque. A equipe investigativa está lutando não só contra o serial killer, mas contra o tempo, a falta de recursos e pelo que podemos perceber sem apoio da comunidade. Para piorar a situação que já não é boa surge o escândalo do caso da Stella com o policial morto, as pressões e sensacionalismo do jornais dificultando ainda mais a investigação. 



O episódio começa com Stella entrevistando Annie Brawley a vítima que sobreviveu ao ataque do serial killer. Sem poder identificar e perceber detalhes do assassino a vitima continua fragilizada e não consegue expressar o ocorrido e nem elaborar os detalhes que poderiam ajudar nas investigações. Apesar de Gibson fazer um bom trabalho tentando criar um ambiente seguro e de confiança para a Annie parece ainda nao suficiente para conseguir obter muito dado dela. 

Brawley ainda está em estado de negação tentando não pensar no ocorrido, apesar de aparentemente dizer que quer ajudar nas investigações, o que dificulta a elaboração dela do ocorrido e das cenas e dos fatos vividos naquele dia.  

"Eu quero me lembrar, eu realmente quero.
 Sabe, é difícil para todo mundo.  Porque Eu pareço a mesma.
 A mesma que era antes. Mas eu não sou a mesma". (Fala de Annie Brawley para Stella)

Paul é solitário em sua luta contra seus desejos e a realização deste. Longe da família reside até metade do episódio na Escócia, mas sua filha, Livvy, faz um chamado á realidade o levando longe de seu "instinto" assassino. A ligação da Livvy é importante com certeza a filha não quer só as bonecas o seu pai de volta. 

A cena da Detetive Superintendente Gibson na casa da vitima mostra a empatia desenvolvida por ela com o serial killer, entendo aos poucos seu comportamento e criando, a fala dela sobre Paul: 

"Sempre pensei nele espiando as vítimas, calculando os riscos, planejando tudo.

Muito controlado, calmo, sangue frio. A morte de Joe foi diferente. 

Foi impulsiva, sangrenta. De sangue quente. 
Se não sabíamos disto então, sabemos agora que ele é impulsionado por uma enorme quantidade de raiva." (Stella sobre Paul)

Ela não acredita que que o assassino manterá sua palavra na última conversa que tiveram pelo telefone: 
"(...) Que ele parou. Eu não acredito que funcione assim.

         Lembrem-se que ele passa por um ciclo. 

         Depois de um ataque, há um período de esfriamento. 
         Entretanto, as fantasias depravadas começam a chutar
         e a pressão começa a aumentar. Lembrem-se, é um vício.
         Ele pega as fantasias dele e as transforma em realidade.
         Isso o faz se sentir superior ao resto de nós meros mortais.
         Na mente dele ele sente que tem o direito de decidir quem vive
         e quem morre. Para fazer as coisas terríveis que ele faz, 
         o assassino desumaniza as vítimas dele." (Stella teorizando sobre o serial killer)

O embate entre Sally e Katie sobre o caso ex-conjugal ou o ataque e a denuncia sobre a mecha do cabelo faz das duas, principalmente de Katie, omissas em em relação as mortes; pra mim Sally não quer ver e Katie é bem sinistra de saber o que sabe e nem denunciar. 

Gibson precisa mais que nunca do depoimento de Rose Stagg gravado e transcrito porque a entrevista que ela fez foi informal e só com algumas anotações. A pergunta que não quer calar: Será de Rose Stagg? 


*Curiosidades importantes:

> Melhor cena do episódio:


video


> A trilha sonora ficou show de bola mantendo  clima de suspense e mantendo você no clima das cenas. 

> Stella passou anos entrevistando vítimas de estupro.

Trava-Língua: 

Peter Piper.
Peter Piper pegou um pote
de picles de pimenta.
Cadê o pote de picles de pimenta
que Peter Piper pegou?


> Retrato falado de Rose Stagg: 


> Bizzaro o que ele fez com a boneca da filha, mas diz muito e simboliza suas "fantasias depravadas":

                                             

> Cartinha muito bonitinha do Paul para Livvy:

"Querida Olivia, envio esta carta à você da Escócia pela Fadinha. Procurei o dia todo e a noite toda, mas não consegui achar suas bonecas em lugar nenhum. Fez-me pensar que você as levou com você quando você partiu. Tem certeza que verificou sua mala cuidadosamente? Dê uma outra olhada verifique o bolso dianteiro. Eu a verei muito em breve eu a amo mais do que tudo neste mundo. Papai.
P.S. A fadinha prefere que cartas entregues por ela sejam mantidas em segredo." 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este é um espaço de diálogo e troca entre os visitantes do blog. Compartilhe sua opinião respeitando a opinião dos demais. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário que julgarmos inoportuno ou que não esteja de acordo com a política do blog: Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...