quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

In Treatment: Relação Paul e Kate


Kate diz que saia com Paul porque não acreditava em como ele a levava tão a sério sentia que ele se esforçava para entende-la. Sentia-se muito agradecida. Ela não se sente a fantasia sexual do Paul e mesmo assim se casou com ele para ela ele queria uma mulher-troféu e acabou com uma dona de casa, apenas com uma boa mãe. Paul disse que se apaixonou por ela não apenas porque ela era bonita e sexy, mas também por causa da força dela ela tinha os pés no chão era honesta e confiável. Ela diz que em 25 anos sempre sentiu que ele poderia deixá-la qualquer hora.

Discutiam o tempo todo e estas discussões estavam começando a atrapalhar o trabalho dele, e sempre é sobre alguma coisa insignificante. Ela o acusa de dar mais importância para os pacientes do que para a família, e esse foi dos fatores que levaram Paul a se tratar com Gina.

Ele no inicio suspeitou que ela estivesse tendo um caso porque ele não sabia onde ela estava na maior parte do tempo. Ela dizia que ia para a academia, mas quando ele olhava o armário dela o tênis dela de ginástica ainda está lá. Paul pensava: "Oh, ela provavelmente arrumou outro par de tênis de corrida." Quando ele liga ela não atendia, eles não faziam mais sexo.

No episódio 1x09 Kate conta para Paul que esta traindo ele. O amante dela se chamava Edward era divorciado tinha um filho, quando Kate estava saindo com o Edward no início era só emoção e adrenalina, uma possibilidade de fazer algo diferente quando acordasse, ela se sentia desejada. Paul chama ele de corretor de seguros. Quando ela contou que estava tendo um caso ele ficou aborrecido e quase a expulsou de casa. Ela terminou com o amante depois da viajem que eles fiseram á Roma (Roma foi aonde Paul e Kate passaram a lua de mel) e quando ela contou para Paul ambos tivemos a sensação de "o que faremos agora?" então começaram a terapia com Gina. Paul se sentia profundamente magoado e nem conseguia olhar para ela. Kate disse em terapia que Edward não significou nada. Ela também não gosta do que se transformou com Paul: Uma paciente casada com um médico.


Paul tanta com raiva de Kate que nem consegue olhar para ela


Numa sessão de Paul e Alex Kate acaba de chegar em casa da viajem de Roma e bate na porta do consultório de Paul. E nessa sessão eles estão brigando Paul quase agride ele e machuca a mão com a xícara que joga em Alex e depois ele vai embora. Kate entra no consultório e vê Paul machucado e coloca curativo nele e diz que ela terminou com seu amante.

Nas sessões deles Paul chegou a afirmar que precisava deles (Kate e as crianças) “Preciso de outro lugar” diz ele mas ela não gostou de ser o outro lugar ela queria ser “o” lugar. Ele também afirmou que ela era a melhor coisa da vida dele mas ela não consegue acreditar. Ela relata que ás vezes perguntava "Você me ama?" e Paul respondia: "Sim... por enquanto." Kate disse que não precisava mais do Paul e que quer uma pessoa que fosse um pouco mais presente e disponível.

Na primeira sessão deles juntos Paul “conta” (o conta está entre aspas porque ele não fala diretamente ela deduz na fala dele) para Kate sobre Laura, é uma cena muito legal, começa com ele explicando para ela sobre transferência e ver a Gina se deitando na poltrona como se pensasse agora vai, perceber os olhares entre Gina e Paul e Kate ficando perdida por não saber do que se trata esses olhares é muito bacana. Kate é muito esperta e saca logo e pergunta "Dormiu com ela?". Outra cena legal é quando ela pergunta o nome de Laura e ele não quer dizer. Quando ele "conta" ela diz “é por isso que andando feito um zumbi em casa”.


Essa foto expressa toda a distância que há entre eles

Gina explica o relacionamento deles: “Kate disse que foi atraída por Paul e que se casou com ele porque o admirava. Porque ele dava muita atenção e você se sentia grata. A dinâmica paciente-terapeuta foi satisfatória para ambos até agora, mas ela deixou para trás essa dependência. Deixou para trás essa parte do casamento. Disse que não precisa mais do Paul, não precisa mais ser cuidada e começou a se afastar dele. Paul pode ter sentido isso e de repente ele se encontra confuso sobre seus sentimentos por uma paciente. Laura é dependente de Paul ele é o terapeuta dela. A dependência define esse relacionamento. Kate está tentando se redefinir em seu casamento para se ver não como uma dependente, mas como uma igual. Ela está lutando contra uma dinâmica que começou antes se conhecerem que é de se preocupar com os outros, agradar e adaptar-se às outras pessoas. O passado de Paul indica a maneira como se comporta em relação à Laura, está procurando uma mulher jovem à qual acrescente algo e que o admire assim como Kate fazia. Mas isso também o faz ir de encontro com o que aconteceu com o seu pai e isso o deixa apavorado. Talvez estivesse tentando encontrar na sua relação com Kate a mãe que você não teve, ao mesmo tempo ele precise se proteger dessa necessidade. Então ele se desliga e se enterra no trabalho quer que Kate esteja sempre ali mas sempre a certa distância” (episódio 1x30/1x35).  

*Fotos:

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este é um espaço de diálogo e troca entre os visitantes do blog. Compartilhe sua opinião respeitando a opinião dos demais. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário que julgarmos inoportuno ou que não esteja de acordo com a política do blog: Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...