sábado, 11 de dezembro de 2010

In Treatment: Gabriel Byrne/Dr. Paul Weston

Gabriel Byrne nasceu em 12 de maio de 1950 em Dublin, Irlanda. Estudou cinco anos em um seminário. É divorciado de Ellen Barkin (1999) e tem dois filhos: Jack e Romy.




Byrne interpreta o Dr. Paul Weston que é o papel principal de In Treatment. Como ele mesmo diz teve crise de meia-idade aos 30, outra aos 40, mais uma aos 50. Ele tem buscado sentido para continuar a clinicar. É graduado na Universidade de Georgetown. Fez mestrado na Universidade de Columbia. Na The New School foi aonde realizou seu doutorado. No verão de 1988, mudou-se para Maryland, onde ele trabalhou no Washington-Baltimore Instituto de Psicanálise e, posteriormente, estabeleceu sua clínica privada, em Baltimore. Paul cobra $ 150 a 200 por sessão.

Tem um irmão mais velho chamado Patrick. Sua mãe se suicidou quando ele tinha 17 anos. Seu pai (John) morreu na segunda temporada por Parkinson, e este era cirurgião cardíaco.  

Paul têm três filhos: Ian que foi para a faculdade de Wesleyan, Rosie e Max que é chamado por ele como o favorito de todos. É divorciado de Kate.
Quando Paul tinha 15 anos John deixou a família para viver com uma paciente 26 anos mais jovem, que teve um marca-passo colocado por ele. Quando Paul era mais jovem todos pensavam que a madrasta dele era irmã dele ou confundiram eles com um casal.  

Paul ficou responsável por cuidar de sua mãe que teve um esgotamento nervoso, assim ele tomando para si o papel do homem da casa.  

Houve uma época em que Paul costumava falar sobre meus pacientes com Kate, Ian era criança. Contava detalhes, mas tentava ser bem discreto nunca mencionava nenhum nome. Parou de contar porque quando Ian tinha uns 10 anos ele perguntou para Paul: "Pai o que é um alcoólatra?". E ele falou sobre um paciente que precisava de um drinque para levantar-se pela manhã. Um dia esse homem chegou no consultório e estava meio cambaleando e Ian disse: "Pai esse é o alcoólatra?".


Na terceira temporada Paul com 57 anos, mora ainda em NY, faz 2 anos, e continua a clinicar no mesmo lugar da segunda temporada. Continua separado de Kate, que agora está noiva, e de seus filhos podemos perceber que Paul continua solitário apesar de estar namorando Wendy (Susan Misner), uma linda jovem de 37 anos que gosta de produtos de soja e ganhou de Paul um livro chamado "A memória de correr".

Percebemos que a maioria das ligações emocionais de Paul é com seus pacientes. Muda de terapeuta que agora é Adele Brouse, ele se encontra com ela porque quer uma receita de Zolpidem (10 miligramas) remédio que toma há 14 meses todas as noites, na verdade ele toma outros remédios como: Lipitor 20 miligramas ao dia e aspirina infantil um comprimido por dia (81 miligramas). Paul suspeita que possa ter Parkinson apesar dos médicos dizerem ao contrário.

Na terceira temporada Max vai morar com Paul por um tempo. E ele ficou bastante preocupado com Max porque ele só ficava concentrado no seu caderno o dia todo e seus desenhos eram sombrios, abstratos e vagamente violentos. Paul o matriculou na terceira melhor do Brooklyn. Saiu com ele para ver a banda favorita dele, Animal Collective, pois ele disse que tinha perdido um show deles em Baltimore por causa da festa de noivado da Kate.


Relação Paul e Kate



Tammy Kent (Laila Robins) foi uma garota por quem Paul estava apaixonado quando conheceu Kate . Kate não gostava dela nem um pouco e isso emergiu na 1° temporada na terapia de casal e na 2° temporada Paul reencontra Kent no hall de entrada do consultório de Gina, com quem ela fazia terapia, e eles tiveram um rápido caso.

Paul e Kent

Uma coisa que Paul revela sobre ele: “Eu devia usar óculos o tempo todo. Mas a maior parte do tempo ando por aí meio cego. Sabe por quê? Porque prefiro assim. Quando uso os óculos tudo é muito nítido. Sem eles, todos parecem ter a pele perfeita”.




Casa do Paul - 1° Temporada




*Sites com informações sobre Gabriel Byrne:

* Fotos:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este é um espaço de diálogo e troca entre os visitantes do blog. Compartilhe sua opinião respeitando a opinião dos demais. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário que julgarmos inoportuno ou que não esteja de acordo com a política do blog: Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...