quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

In treatment: Entrevista com Amy Ryan


Posted in: Nypost

Há uma grande diferença entre ser famoso e ser bem-sucedido a atriz Amy Ryan sabe disso muito bem. Nativa de Flushing, Queens, trabalha frequentemente na TV e  no cinema desde sua graduação em Fiorello H. LaGuardia High School em 1986. A sua performance em Gone Baby Gone lhe rendeu uma indicação ao oscar em 2007 .

Amy é calma e confiante (ao contrário de sua personagem Holly, em The Office). Aos 39 anos gosta de pegar o metrô — mas confessa que está pronta para ser o centro das atenções". Acho que para ser famoso basta apenas participar de um reality show ou sair com vestido sem minha calcinha" diz com um sorriso e uma certa dose de sarcasmo. "Ser atriz sempre foi um objetivo meu, mas não por causa da fama". Aqui estão cinco sinais que Amy está no caminho para ser bem sucedida: 

1.      Nomes de Hollywood que querem trabalhar com ela
Amy tem uma capacidade submergir em um personagem deixando de lado sua vaidade, disse que esse personagem em One Baby Gone é "o papel de uma vida" — ela interpreta Helene uma mãe dependente química e alcoólatrade Dorchester, Massachusetts, cuja filha de 4 anos de idade é raptada —. "Amy é uma atriz brilhante. A experiência de trabalhar com ela foi muito importante para minha carreira profissional” diz Ben Affleck, diretor do filme Gone Baby Gone. "Eu nunca tive o prazer de trabalhar com alguém que pudesse se transformar num piscar de olhos". No seu primeiro dia de filmagem ela vestia uma roupa não  muito agradavel e unhas rosas-chiclete o assistente de produção responsavel pela entrada não deixou ela entrar. "O que me deu mais confiança," diz Amy. "Se eu olhei e soou como uma menina de Dorchester, então eu estava fazendo meu trabalho."

Quando o filme saiu em outubro de 2007, sugiram imediatamente elogios. "Este papel era como ganhar na loteria" diz Amy. Ainda assim, ela admite que ela não estava segurando sua respiração quando foi nomeada pelo Oscar de melhor atriz coadjuvante. "Estava concorrendo contra atrizes como Cate Blanchett, Ruby Dee e Tilda Swinton [quem ganhou por Michael Clayton]. Você está brincando comigo? Claro que eu não esperava ganhar! Foi uma noite emocionante. Meus pais nesta noite foram capazes de ver como todo o trabalho duro e dinheiro deles tinham valido a pena" diz ela sorrindo de orelha a orelha.

2. Ela não tem medo de chorar ou de rir
Amigos chamam ela de "Cryin' Ryan" por todos os seus papéis dramáticos. Mas ela não queria ter um estereótipo, então depois de sua performance em Gone Baby Gone, a primeira coisa que ela disse que seu agente foi que queria fazer The Office. "Acho que é um dos seriados mais engraçados na TV", diz atriz. Apareceu como Holly Flax uma nova representante da HR at Sir Mifflin e tem um relacionamento amoroso com o personagem de Steve Carell, Michael. "Sentir tanta sorte de ir [trabalhar e poder] rir" diz Amy. “Fiquei tão feliz por ter Amy lá. Fiquei surpreso que uma atriz do calibre de Amy escolheria um seriado de pouco pulia como The Office para atuar " diz Steve.

3. Ela pagou suas dívidas
A caçula de três filhas Amy é filha de um proprietário de empresa de caminhões (aposentado) e de uma enfermeira. Eles desistiram de seus fins de semana e para ajudar a pagar as aulas de performece de Amy no Stagedoor Manor Performing Arts Training Center do Norte (escola que tem como ex-alunos Robert Downey Jr. e Natalie Portman). Embora tivesse sido aceita na NYU, nunca foi realizar sua inscrição — aos 17 anos foi a estrada com uma turnê nacional de Neil Simon Biloxi Blues. Seu coração estava sempre no teatro mesmo se o dinheiro não era. "Você pode fazer $300 a $500 por semana trabalhando em Off Broadway. Não existe nada como o teatro. É a coisa mais próxima a religião para mim" diz Amy.

4. NYC
Amy tem sido rodeada por pessoas cheia de criatividade seu namorado é um escritor de comédia, tem como círculo íntimo de amizade atores conhecidos como: Patricia Clarkson, Laura Linney e Philip Seymour Hoffman (Curiosamente todos estes atores têm foram nomeados para Oscar embora Philip é o único vencedor do grupo.) Amy diz que esses amigos famosos ajudaram na sua carreira "Quando não sei que se deveria fazer um filme penso 'eles fariam isso?'" diz Amy. Patrícia é amiga dela há 13 anos, estrelam juntas em A Streetcar Named Desire em 2004. Recebeu alguns conselhos da amiga que mudaram sua forma de pensar "Primeiramente ela disse: Se você está fazendo algo apenas pelo o dinheiro, um dia isso vai acabar com você e ela estava certa” diz Amy . Amy fez pequenas participações que deixou grandes impressões nos filmes: You Can Count on Me (2000), Capote (2005) e na aclamada série The Wire. Mas admite: "Mas também não posso esquece é claro que  tinha que pagar o aluguel e foi por isso que aceitei papéis como ser a vizinha com bebês em Guerra dos Mundos. Tenho sorte hoje pois não preciso deixar com que minhas decisões sejam influenciadas pelo salário."

5. Amy preparada para usar sua fama para bem
"Ela é muito simples — não há nenhuma jogos de adivinhação com Amy. Assim que ela abre a boca você sabe realmente como ela se sente. E quando ela se apaixona por algo não parar de falar sobre" diz Patricia. Quando os escritores da TV e filme entraram em greve em novembro de 2007, Amy juntou forças com Patricia para fazer um vídeo online no apoio deles. Sobre as eleições presidencial ela diz que é "uma das maiores da nossa vida". Quem você vai votar? "Eu voto em Barack Obama, ele tem conhecimento, ética de trabalho e carisma necessário para fazer uma alguma alteração. Não acho que alguém deveria votar com base em que uma atriz disse, mas ao chegar o dia da eleição espero que outros concordem comigo."

Para provar que ela não tem medo de controvérsia política em 2009 atuou em Green Zone, com Matt Damon. Mesmo trabalhando com cobiçados atores, ela diz nunca esquecer de onde ela veio. "Eu cresci, no Queens, na mesma casa em que meu pai cresceu" diz Amy.

Ela é tímida sobre sua vida pessoal ela e só vai dizer: "Nunca me imagnei com um vestido branco e com pessoas jogando arroz em minha cabeça, [mas] entendo a beleza da escolha de viver com uma pessoa". Sobre o tema criança ela acrescenta: "tenho quatro sobrinhos e eles são ótimos não me preocupo se deveria ter ou não filhos".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este é um espaço de diálogo e troca entre os visitantes do blog. Compartilhe sua opinião respeitando a opinião dos demais. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário que julgarmos inoportuno ou que não esteja de acordo com a política do blog: Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...