domingo, 28 de novembro de 2010

Rubicon: Entrevista com James Badge Dale - Parte 2

O estilo de Rubicon é totalmente diferente do de "24 Horas", onde tudo era em computador e de alta tecnologiaJá em Rubicon há jornal, muito papel, pouca tecnologia e pouco computador.
Tenho que te contar, eu adoro a sensação do jornal, não gosto muito de tudo ter se tornado eletrônico. Eu gosto de tomar meu café da manhã lendo um jornal em papel, gosto de ter o jornal em mãos de sentir a sensação do papel, o cheiro da tinta, a impressão.

As filmagens são em Nova York, certo?
Sim.

Que tipo de preparação você fez para constituir o personagem?
 [Risos.] Gosto de ler, e achei uma série de livros para ler, está foi a minha principal fonte de material. Há um livro chamado "The Looming Tower", de Lawrence Wright, que é um excelente livro. E então eu tenho uma série de outros livros sobre órgãos do governo e que os analistas fazem. Esses são  basicamente meus materiais.


A preparação para Rubicon foi muito diferente do que para "The Pacific"?
Mais mental do que físico. Em "The Pacific" foi muito mental também, fiz muito mais leituras para "The Pacific", me enviaram uma caixa que pesava cerca de 50 quilos na minha porta de material de pesquisa. Então li muito. 

Gosto disso. Voltar para a coisa do jornal, há algo em sentar-se e ler e, em seguida, tomar essas palavras e você personalizá-los. Você pode usar sua imaginação e personalizar tudo. Meu trabalho como ator precisa ser personalizado. Você precisa se identificar com o personagem, encontrar um caminho, e a literatura é uma excelente maneira de fazer isso.

Como você conseguiu o papel?
[Risos.] É um mistério para mim. Eu realmente não sei. Eu disse para não me contratar. O problema é que, se eu conseguir o emprego, eu não posso assistir a série e realmente gostei muito da história. Eu queria assistir a série, mas agora eles me contrataram, então não posso ver.

Você nunca vê o seu próprio material?
Isso. Eu poderia dar uma olhada, mas estraga a fantasia. Eu sei que não é real.

Você já foi surpreendido pelos scripts? Como quando você pegá-los você vai, "Uau, isso vai ser grande?"
Sim, os scripts foram maravilhosos. Estamos na parte mais empolgante agora. Estamos indo para o 11 episódio.  

Como é a relação entre vocês do elenco?
Nós brincamos muito. Temos uma equipe muito boa, é um elenco excepcional. Eu adoro ir ao trabalho todos os dias. Trabalhar e conversar com Miranda Richardson e Arliss Howard e muito agradável temos um bom relacionamento de forma positiva, criativa, o ambiente de trabalho é divertido.

Será que o seu e personagens Miranda cruzam.
Talvez. Talvez não. [Risos.]


Obrigado por conversar. Qualquer coisa que você queira dizer sobre o show?
Yeah. Parabéns a Copa Stanley.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este é um espaço de diálogo e troca entre os visitantes do blog. Compartilhe sua opinião respeitando a opinião dos demais. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário que julgarmos inoportuno ou que não esteja de acordo com a política do blog: Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...