sábado, 27 de novembro de 2010

Rubicon: Entrevista com James Badge Dale - Parte 1

James Badge Dale precisa de um abraço 
depois de Rubicon 





Posted in: Chicago
 

Dale diz que está ficando mais paranóico depois de fazer Rubicon: "Talvez seja só porque eu faço isso 14 horas por dia no trabalho", disse rindo. "Chego em casa e eu estou andando na rua e tipo, penso espere um minuto. Quem é esse cara está me olhando? Por que ele está me seguindo?"


Como é a sensação de ser o cara mais esperto da sala?

Sim, isso é diferente para mim. É definitivamente. Você sabe, quando se é ator tem que assumir riscos, ampliar seu repertório.


Estou contente que o show é no AMC, porque isso deixa a série andar mais devagar. Oh! Isso soa ruim, quero dizer deixa a série ser mais profunda.

Yeah. Absolutamente. AMC tem sido uma espécie de um grande lar e nos dá uma voz, você sabe? Eu acho que eles tornaram [para] mais lento a série. Eles foram muito solidários e nos deixar fazer o que fazemos na tentativa de contar a história.


Bem, isso é legal. Então me diga sobre Will.

Will Travers.

Sim, o que você acha do Will Travers?

Will é um pouco distante para mim. Mas acho que seu tipo emocional é alguém que eu respeito a um lote. Ele é um homem descontente. A vida tem o batido e ele se retirou para dentro de si. E eu acho que vai jornada e a história de Will, é uma espécie de história de um homem que se restabelece no mundo. E de alguma forma, ele ainda está descobrindo quem ele é. Então, quero dizer, é um verdadeiro privilégio para mim comparecer ao trabalho todos os dias.

Não há regras aqui, porque é a redescoberta de um personagem ... Will está em um processo de crescimento como pessoa e como aprender a interagir com as pessoas. Ele tem que aprender a interagir com as pessoas mais uma vez lidar com a perda de uma esposa e de um filho. Dizem que é a coisa mais difícil que alguém pode passar. E você sabe, ele continua a viver com todas estas questões.


Ele, perde alguém durante os primeiro episódio, eu pensei: "só pode ser piada, vou dar um abraço nesse cara." Ele está muito triste. Em episódios depois, percebi que quanto mais ele começa a cavar o que aconteceu, mais ele ganha vida.

É bom ouvir isso. Sim, acho que ele definitivamente precisa ouvir uma piada ...

É um dos arcos do personagem que ele finalmente encontra um propósito?

Sim, absolutamente. Eu acho que, você sabe, com a tragédia da morte se seu sogro, ele se retirou para dentro de si, mas também o tipo de peles desses enigmas. A teoria e os padrões de emergência na verdade é o que o excita, então ele pode esquecer todas essas perdas por um momento. Ele se depara com um dos maiores enigmas que ele jamais poderia ser encontrar, é um quebra-cabeça em uma escala enorme. Ele começa ter algumas idéias e se torna mais vivo no decorrer do programa e, como o desenrolar da conspiração.

Você é bom em quebra-cabeças e palavras cruzadas e com esses tipo de coisas?

Quando eu comecei este trabalho – que foi há um tempo atrás, sentava e pegava o Times e todos os dias fazia as palavras cruzadas. Eu descobri que eu sou horrível, eu estou absolutamente horrível em palavras cruzadas. Então, eu guardei. Eu não vou nem tentar fingir que posso fazê-las.

Então você é ruim em monta quebra-cabeças?

Eu não sou ruim em quebra-cabeças, porque é algo visual. Em Sudoku, matemática nunca foi meu forte. Então, sim, você pode contar com isso.

O mesmo aqui. Você soube de alguma de teoria da conspiração sobre você?

Foi uma das coisas que me intrigou sobre o show [é que] desde que eu era pequeno [Eu queria saber] o que se eu fosse uma parte de algo maior e eu não sei. E se alguma coisa está acontecendo ao meu redor que eu não estou ciente? E descobrir o que é. Você sabe, a idéia de pessoas que você segue, a idéia de talvez um dia você vai descobrir o que realmente está acontecendo e tudo isso é uma espécie de fumaça e espelhos colocados na frente de você, que a há uma verdade mais profunda. Eu acho que é boa de contar histórias e acho que é uma espécie de natural na natureza humana ser atraídos para o tipo de coisa - a cavar para algo mais profundo.

É legal porque sua jornada externa de tentar resolver o mistério é reflexa de sua jornada interior.

Yeah.

Assim, há dois quebra-cabeças, mais ou menos. Com as filmagens de "Rubicon" aumentou ou surgiu alguma paranóia? Você olha com mais freqüência para trás agora?

Sim, você sabe o quê? Eu sou... Tenho que te dizer a verdade e ... Eu acho que eu estou percebendo mais coisas. Como eu vou entrar em um determinado lugar estranho com pichações em um poste de luz ou na parede eu penso "OK, o que significa isso? Alguém colocou isso aí para alguém saber de alguma outra coisa, ou a direção ".
Você sabe, há uma velha história de um espião que deixava um pedaço de giz e alguns símbolos que iria levá-lo a um lugar especifico - quase como um mapa do tesouro. Que levaria para o próximo ponto. Percebo-me olhando para coisas estranhas, como pouco mais de atenção. Na verdade, não é justo dizer que estou ficando paranóico, talvez eu esteja ficando um pouco mais curioso.

Curioso e atento. Yeah. Uma coisa que me impressionou foi, esses caras são analistas, mas não há um monte de computadores sendo usados, ou qualquer material de alta tecnologia.

Não.

Fiquei me perguntando se isso iria ser um dos pontos delicados para alguns espectadores que possam pensar: como não utilizam essas coisas? Vocês tinham conselheiros que disseram que eles continuam fazendo esse trabalho sem computador ou foi apenas uma escolha que foi feita?

Eu acho que foi uma escolha nossa. É um mundo noir-esque que estamos criando. É um seriado noir-esque. Não sentimos que havia uma necessidade de fazer alguma coisa completamente baseado na realidade, acho que nós estamos criando nosso próprio universo aqui. Este é o estilo do seriado; algumas pessoas diriam: "Espere um minuto, eu poderia apenas ter retirado o meu iPhone e pesquisar e descobrir isso tudo. Mas isso não é o estilo do nosso seriado”.

Um comentário:

Este é um espaço de diálogo e troca entre os visitantes do blog. Compartilhe sua opinião respeitando a opinião dos demais. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário que julgarmos inoportuno ou que não esteja de acordo com a política do blog: Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...